73 / 100

10 Boas práticas de SEO para melhorar o posicionamento do seu site

11/set/2021 | Notícias, Performance, Websites

A otimização dos mecanismos de pesquisa para as práticas de SEO é um processo contínuo e determinante para os negócios obterem sucesso no meio online.

 

Os algoritmos das plataformas de busca são alterados periodicamente, o que obriga os profissionais responsáveis pela otimização a acompanhar as modificações constantemente.

 

No entanto, existem estratégias de SEO que já são clássicas, tanto on-page, quanto off-page.

 

No texto a seguir apresentaremos 10 boas práticas de SEO para maximizar os resultados do marketing do seu site, além de destacar estratégias mais aprofundadas sobre o assunto.

 

Acompanhe os 10 tópicos que se seguem e aprenda a fazer uma otimização eficaz para a sua página da web.

Basicamente, as estratégias de SEO podem envolver desde medidas aplicáveis ao site propriamente dito, quanto a outros meios, como redes sociais.

Também traremos dicas mais específicas para que você elabore uma otimização diretamente integrada a outras estratégias de negócios, como inbound marketing.

Prossiga a leitura para entrar em contato com as melhores práticas de SEO.

1. Faça uma auditoria de conteúdo

A auditoria de conteúdo serve para analisar toda a estrutura dos posts já publicados no site.

É possível identificar títulos de postagens que podem ser melhorados, avaliar o uso de palavras-chaves, saber quais são os conteúdos mais acessados e quais são as URLs passíveis de otimização, por exemplo.

Há ferramentas específicas para auxiliar nessa auditoria, como o SEMRush e o Google Analytics.

2. Elabore a estratégia de conteúdo

O marketing de conteúdo bem feito é aquele baseado em diretrizes previamente definidas.

Os principais elementos contidos em uma estratégia de conteúdo são:

  • Metas;
  • Indicadores de desempenho;
  • Público-alvo;
  • Processo de criação.

Ao priorizar esses aspectos da produção de conteúdo, a equipe de colaboradores tem mais condições de publicar materiais otimizados e adequados para os objetivos do negócio e audiência esperada.

3. Atente-se ao EAT

Os parâmetros usados pelo Google para definir a relevância de uma página mudaram ao longo do tempo.

Hoje, é sabido que os algoritmos analisam três aspectos principais, identificados pela sigla EAT: Expertise, Authoritativeness e Trustworthiness.

A expertise depende do nível de conhecimento do redator do conteúdo, ou seja, a relevância do site/blog dentro daquele segmento e propriedade/aprofundamento dos materiais.

Já a authoritativeness (autoridade) é conferida pela construção de uma boa reputação, o que pode considerar apontamentos de outros endereços, demonstrando a importância desse canal.

Por fim, a trustworthiness (confiança) tem a ver com a recepção do público, o que pode ser avaliado no tempo de permanência e interação com a página.

O EAT é útil para avaliar a qualidade objetiva do conteúdo que você veicula na internet.

4. Cuide da experiência do usuário

Não adianta desenvolver uma campanha de Twitter Ads altamente atrativa se a navegabilidade do site estiver abaixo da média.

Para isso, existe o conceito de UX, ou experiência do usuário. Entre os pontos de destaque nessa estratégia, podemos citar:

  • Velocidade de carregamento;
  • Responsividade;
  • Interatividade;
  • Design funcional.

Observe esses elementos para dar forma a um site devidamente otimizado e, assim, proporcionar ótimas experiências aos seus visitantes.

5. Adicione recursos de segurança

A proteção de sites é importante para garantir a segurança dos dados transmitidos e armazenados nos endereços e há plugins especializados nesse âmbito. 

Também é possível solicitar os certificados SSL para o servidor do site. Dessa forma, os visitantes se sentirão mais seguros ao informar dados pessoais, como e-mail ou número de cartões de crédito, bem como a empresa que precisará processar esses dados para as vendas.

6. Estruture os textos

O conteúdo textual precisa ser estruturado de acordo com um certo modelo para facilitar a indexação pelos algoritmos do Google.

O padrão é que os textos sejam organizados entre títulos H1, H2 e H3. 

O título H1 é o nome do post. O título H2 é o título de cada tópico do texto. O título H3 trata-se de tópicos menores relacionados aos títulos H2.

Essa estruturação melhora sensivelmente a legibilidade dos posts, pois garante que o leitor possa encontrar exatamente a informação que busca em pouco tempo e o próprio algoritmo identifica melhor do que se trata cada material.

7. Pesquise palavras-chaves

A pesquisa de palavras-chaves é uma tática de SEO consagrada. Ela possibilita que você conheça os termos mais pesquisados, analise as estratégias dos concorrentes e identifique eventuais lacunas de pesquisa.

Assim, você pode se destacar em certos segmentos ou até mesmo escolher termos não tão explorados para alcançar novos nichos.

O Google Keyword Planner e o SEMRush são exemplos de ferramentas voltadas para esse tipo de pesquisa.

8. Use as palavras-chaves

Uma vez que os termos são pesquisados, eles devem ser usados no título, ao longo do texto, na meta-descrição e na URL da página.

Isso aumenta as chances das pessoas encontrarem o seu conteúdo e demonstra ao algoritmo quais os temas e relação de conteúdo abordado.

9. Crie títulos interessantes

É indispensável que os títulos digam exatamente quais informações o texto contém. Essa característica traz mais acessos e, consequentemente, mais relevância.

Os títulos não podem prometer e não cumprir. Nesse caso, o ranqueamento da página vai cair devido à diminuição dos cliques. ou abandono da página, que indica ao google que essa página talvez não atenda às necessidades dos usuários, fator crucial para o rankeamento.

10. Faça link building

O link building é a construção de relacionamentos entre sites parceiros através da linkagem de posts.

Também é pertinente fazer linkagens internas. Nos dois casos, o Google identifica que determinado site é mais relevante pelo link building realizado e que há formas de aprofundar os conteúdos dentro da própria página, demonstrando a relevância.

Serviço de Marketing Digital

OUTROS ARTIGOS

CSS Dinâmico e CSS Crítico

CSS Dinâmico e CSS Crítico

Neste artigo eu vou mostrar as Configurações para as folhas de estilo com CSS Dinâmico e CSS Crítico CSS Dinâmico e CSS Crítico   CSS Dinâmico O CSS dinâmico aplica a mesma lógica anti-inchaço (usada na estrutura do módulo dinâmico) para a...

ler mais